Quais são as Vacinas contra HPV

HPV é um assunto de extrema importância entre as mulheres, por isso fizemos este post informativo sobre as Vacinas contra HPV existentes. Entenda um pouco mais sobre as especificações e quando tomar.

 

O HPV (do inglês human papiloma vírus) é uma infecção sexualmente transmissível provocada por vírus que atacam preferencialmente mucosas oral, genital e anal, tanto em mulheres como em homens. A transmissão é pelo contato direto, por via sexual (oral-genital, genital-genital, ano-genital). A prevenção mais conhecida é pelo uso de preservativos, mas também existem vacinas importantes para ajudar. Inclusive um dos tipos de vacina pode ser tomada por crianças antes mesmo de iniciar a vida sexual.

Existem 2 tipos de vacinas contra HPV:

  1. Bivalente (GSK) – contra HPV 16 e 18
  2. Quadrivalente (MSD) – vacina contra HPV 6, 11, 16 e 18

Os tipos 16 e 18 são responsáveis por 70% dos casos de câncer do colo do útero, e os tipos 6 e 11 são responsáveis por 90% das verrugas.

 

As vacinas funcionam estimulando nosso sistema imunológico a produzir anticorpos específicos contra os tipos de HPV contidos nela, protegendo desta forma contra a doença. Mas é importante salientar que as vacinas são preventivas, não servem como tratamento.

 

As Vacinas contra HPV são seguras, pois não contêm vírus vivo atenuado. As vacinas são feitas à partir de uma partícula da cápsula do vírus, portanto não produzem HPV quando dentro do organismo. Quando presentes, os eventos adversos pós-vacinação são leves e auto-limitados, e efeitos colaterais graves são extremamente raros.

 

O ministério da saúde adotou a vacina quadrivalente para:

  • Meninas de 9 -14 anos
  • Meninos de 11-14 anos

– que receberão 2 doses (0 e 6 meses)

  • Mulheres vivendo com HIV de 9-26 anos

– que receberão 3 doses (0,2 e 6 meses)

Fora desta faixa etária a vacina pode ser adquirida e realizada em clínicas privadas.

 

Já foi aprovada e em breve deve ser lançada a vacina contra HPV Nonavalente (Gardasil 9-MSD), para prevenção de 9 tipos de vírus (6, 11, 16, 18, 31, 33, 45, 52, 58 ) onde a proteção contra câncer de colo de útero pode chegar a 97%. E a segurança da mesma foi avaliada em 13000 homens e mulheres .

 

Fique atenta com relação às Vacinas contra HPV:

  • As vacinas não substituem o exame preventivo do câncer do colo uterino, pois existem outros tipos de HPV que causam infecção e contra os quais ainda não temos vacina.
  • Mesmo quem já teve a infecção pelo vírus pode ter indicação para fazer uma das Vacinas contra HPV. 
  • É importante que haja uma conscientização coletiva para que todas as crianças e adolescentes na faixa etária mencionada acima sejam vacinadas. O câncer de colo de útero deve ser prevenido.

 

Opinião pessoal:

As pessoas falam tanto em cura para câncer, por que não descobrem a cura? Existe um tipo de câncer (do colo do útero) que realmente pode ser prevenido e talvez no futuro até erradicado com vacina e preventivo. É necessário que a sociedade faça sua parte, levando seus filhos para tomarem as Vacinas contra HPV.

“A vacinação é uma medida de saúde pública importante para reduzir o risco de infecção genital e anal produzido pelo HPV” . Disse Karen Midthun, médica, diretora do centro da FDA para avaliação e pesquisa biológica.